Brasileirão Série A

Apostas no Santos em 2019: como fazer seu palpite no Peixe neste Brasileirão

Jogadores do Santos
Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos terá como principal arma no Brasileirão 2019 um argentino que nunca jogou muita bola e que não vai entrar em campo ao longo do campeonato. Apesar de seu temperamento imprevisível, o técnico Jorge Sampaoli é mesmo o craque do Peixe no momento. Com um elenco jovem e pouco badalado, o clube do litoral paulista aposta na capacidade e na criatividade do treinador para surpreender. O problema é que pode faltar elenco, como já aconteceu no Campeonato Paulista. Seja como for, espera-se do Santos um jogo vistoso e dinâmico, marcas do trabalho de Sampaoli.

Clube famoso no mundo inteiro por revelar alguns dos jogadores mais talentosos do futebol brasileiro, o Santos segue confiando em atletas jovens. É bem possível que algum novato que hoje pouca gente conhece termine o Campeonato Brasileiro da Série A como titular do Peixe. A aposta do clube nas revelações e a obsessão de Sampaoli por sempre mexer no time em busca de novas soluções táticas fazem dessa equipe uma incógnita. Os oponentes não vão saber ao certo o que esperar do Alvinegro Praiano – e o mesmo vale para quem pretende investir no Santos nas casas de apostas esportivas durante o Brasileirão.

Peixe preserva o legado glorioso de Pelé

Muitos torcedores de equipes rivais provocam os santistas dizendo que eles são “viúvas de Pelé”. Uma enorme bobagem. Em primeiro lugar, a história do Santos não se resume às façanhas do Rei; em segundo, qualquer clube que tenha tido a honra de contar com o maior de todos os tempos precisa mesmo valorizar essa memória. Durante a Era Pelé, o Santos foi bicampeão da Libertadores e bicampeão do Mundial de Clubes, além de ter conquistado dez títulos estaduais e seis títulos nacionais, sendo cinco da Taça Brasil e um do Robertão (hoje devidamente reconhecidos como conquistas equivalentes ao Brasileirão).

Mas o Santos não parou por aí: a equipe somou mais dois títulos brasileiros à sua galeria de conquistas nos anos 2000 (em 2002 e 2004). No total, são oito títulos brasileiros, marca que atesta a grandeza do clube. Com a geração liderada por Neymar, o Peixe ainda faturou a Copa do Brasil (2010) e empatou com o São Paulo na lista dos maiores campeões da Libertadores. O tri da América veio em 2011, na final contra o Peñarol. O último título do Santos foi o do Paulistão de 2016. A torcida sonha em ver Sampaoli e sua garotada terminando a temporada 2019 com pelo menos um troféu em mãos.

Santos decepcionou no Brasileirão 2018

Na temporada passada, o Santos apostou em um treinador da nova safra, pensando em fugir da mesmice no comando técnico. Só que Jair Ventura acabou sendo uma decepção: o ex-comandante do Botafogo não conseguiu dar uma cara à equipe e acabou caindo no fim de julho. Na época, o Peixe ocupava apenas a 15a colocação na tabela. Serginho Chulapa assumiu interinamente enquanto a diretoria se acertava com Cuca, que já tinha faturado o Brasileirão em 2016, à frente do Palmeiras.

Cuca melhorou bastante o rendimento do time, mas já era tarde demais: apesar de ter subido na tabela, o Peixe acabou o Brasileirão em uma posição intermediária, algo muito distante de suas tradições. Décimo colocado na classificação geral, o Santos somou 50 pontos, com treze vitórias, onze empates e catorze derrotas. A vaga na Libertadores, que era a meta de Cuca ao assumir, ficou distante: o Atlético-MG, último classificado ao torneio continental, somou nove pontos a mais que o Santos.

No Paulistão, Santos brilhou mas depois caiu

A equipe de Jorge Sampaoli chegou a ser a melhor do Paulistão 2019. Foi no começo da temporada, quando o argentino mostrou seu conhecimento, arrumou rapidamente o time e conseguiu ótimos resultados. O Santos era um time que ganhava e convencia, quase sempre marcando muitos gols. Ainda na fase de classificação, porém, o desempenho do Alvinegro começou a cair, principalmente quando foi preciso conciliar os jogos do Campeonato Estadual com as partidas dos demais torneios disputados pelo clube. No fim, o Santos acabou até mesmo perdendo a liderança de seu grupo, que foi encabeçado pela surpresa Red Bull Brasil.

O mesmo Red Bull foi o adversário do Santos nas quartas-de-final, e o Peixe fez valer o mando de campo para encaminhar a vaga. Ao vencer o primeiro jogo, no Pacaembu, por 2×0, a equipe da Baixada Santista ficou em situação confortável para só administrar o placar no jogo de volta, em Campinas: 0x0. O Santos pegou o rival Corinthians nas semifinais e merecia melhor sorte no confronto com o Alvinegro da capital paulista. Após ser derrotado em Itaquera por 2×1, o Peixe massacrou o Corinthians no Pacaembu, mas acabou conseguindo marcar só um gol. Na decisão por pênaltis, viu o rival comemorar a ida à final.

Estrangeiros são os destaques do elenco santista

O Santos tem a fama de fazer seus craques em casa, mas o time que vai disputar a Série A do Brasileirão tem como principais atrações atletas que vieram do exterior. O argentino Sampaoli comanda uma equipe que tem, do meio para a frente, o uruguaio Carlos Sánchez, o peruano Cueva, o venezuelano Soteldo, o paraguaio Derlis González e o colombiano Copete. Isso sem contar o zagueiro equatoriano Felipe Aguilar. Entre os gringos, destaque para Sánchez, o ponto de referência do time, Soteldo, que deu muita velocidade ao ataque, e Derlis González, bom atacante.

Mas o Santos também tem brasileiros de muita qualidade em seu plantel. A começar pelo goleiro Vanderlei, seguro e experiente, que já merecia ter recebido uma oportunidade de mostrar seu talento na seleção brasileira. O lateral Victor Ferraz, o zagueiro Gustavo Henrique, o volante Alisson e o atacante Jean Mota também são peças importantes. Por fim, há Rodrygo, já negociado com o Real Madrid. Com apenas 18 anos, o atacante ainda não deslanchou de vez, e o Santos espera convencer os espanhóis a mantê-lo na Vila Belmiro até o fim de 2019 para desenvolver melhor o seu potencial.

Sampaoli renasce no Santos após Copa ruim

Ex-jogador de carreira curta e apagada, Jorge Sampaoli tinha tudo para escrever seu nome na história do futebol mundial como técnico. Credenciado por ótimos trabalhos na Universidad de Chile e na seleção chilena, ele chegou ao comando da seleção argentina com a missão de fazer Lionel Messi enfim levantar o troféu da Copa do Mundo. Foi um fiasco: sua Argentina ficou perto de ser eliminada logo na primeira fase, avançou aos trancos e barrancos para as oitavas e foi atropelada pela campeã França logo em seguida. Aos 59 anos, Sampaoli viu no convite para comandar o Santos uma chance de recuperar sua imagem e reencontrar um caminho na carreira. Seus principais títulos foram a Copa América de 2015 e a Copa Sul-Americana de 2011.

Santos também disputa a Copa do Brasil em 2019

O elenco pouco numeroso pode dar dor de cabeça ao Santos no restante da temporada. Isso porque, além do Brasileirão, a equipe também disputa a Copa do Brasil. Dependendo do desempenho da equipe na primeira parte do Brasileirão, é possível até que o Peixe acabe priorizando essa competição, que oferece uma excelente premiação em dinheiro e a vaga direta na fase de grupos da Libertadores do ano que vem. Campeão do torneio em 2010, o Santos iniciou a busca pelo bi massacrando o Altos, do Piauí, por 7×1. Na segunda fase, despachou o América-RN por 4×0. O sorteio da terceira fase colocou o Atlético-GO no caminho do Peixe. Derrota por 1×0 fora de casa e triunfo por 3×0 na Vila. Em seguida veio o Vasco, com classificação apertada do Peixe: vitória por 2×0 como mandante e revés por 2×1 no Rio.

A outra competição disputada pelo Santos em 2019 acabou de forma precoce para o time de Sampaoli. Campeão da Copa Sul-Americana à frente da Universidad de Chile, o argentino acabou caindo com sua atual equipe logo na fase inicial da segunda principal competição organizada pela Conmebol. E olha que o sorteio do primeiro adversário não foi ruim para o Peixe: o River Plate do Uruguai, com a chance de decidir em casa. Mas o Santos não aproveitou o mando de campo na volta. Depois de empatar sem gols em Montevidéu, ficou no 1×1 com os uruguaios no Pacaembu e acabou sendo eliminado pelo critério do gol qualificado fora de casa. Uma chance desperdiçada: o Peixe tinha plenas condições de ir longe no torneio.

Qual é a cotação do Santos para o Brasileirão?

Se o Paulistão servir como referência, o Santos é o time mais indicado para os apostadores que gostam de fortes emoções. Afinal, a equipe se notabilizou nesta temporada por obter resultados inesperados – para o bem e para o mal. Ao mesmo tempo em que aplicou belas goleadas, acabou sofrendo tropeços incríveis – como o já citado empate em casa com o River Plate uruguaio e a surpreendente derrota para o Ituano por 5×1. Os odds do Santos para o Brasileirão devem variar bastante de acordo com o adversário, mas fique de olho no desempenho do time na Vila Belmiro, onde o Peixe costuma fazer boas campanhas em campeonatos nacionais. Nas apostas de longo prazo sobre a conquista do título, o Santos inicia o campeonato cotado em R$ 15,00 a cada R$ 1,00 aplicado, mesmo valor pago por um eventual título do São Paulo.

O que é possível esperar do Santos no Brasileirão?

O elenco curto e a falta de consistência e regularidade são os grandes inimigos do Peixe na Série A de 2019. O Santos tem time para encarar qualquer equipe do país de igual para igual se estiver completo – mas sem reservas à altura e com um desempenho marcado por altos e baixos, trata-se de uma equipe que não desponta como candidata óbvia ao título. É claro que um clube do tamanho e da tradição do Santos pode sempre chegar, mas será surpreendente se Jorge Sampaoli terminar sua primeira temporada no futebol brasileiro com o título nacional. Uma meta bem mais realista é a conquista da vaga na Libertadores – esse sim um objetivo absolutamente acessível, ainda mais com o regulamento atual, que reserva pelo menos seis vagas para brasileiros na competição continental.

Melhores sites para apostar no Peixe

Diversos sites de apostas oferecem a possibilidade de fazer palpites nos jogos do Santos, seja pelo Brasileirão ou pela Copa do Brasil. Você deve ficar de olho em quais oferecem os melhores odds, é claro, mas não só isso: é preciso lembrar que só sites de apostas com boa reputação no mercado merecem seu investimento. Afinal, você não vai querer passar aperto com uma casa de apostas de fama duvidosa, não é mesmo? Para ajudá-lo nessa tarefa, o Ganhador avaliou as principais casas de apostas que aceitam palpites de brasileiros.

Todos os sites listados abaixo recebem apostas realizadas no país, trabalham com movimentações financeiras em reais e têm menus de navegação no nosso idioma. Além disso, eles oferecem suporte ao usuário para esclarecer dúvidas e resolver possíveis problemas. Confira quais são os pontos fortes de cada um e escolha o que melhor atende às suas necessidades. E não deixe de aproveitar as promoções oferecidas aos novos usuários: os melhores sites do ramo dão bônus muito vantajosos a quem começa a apostar. Basta você se inscrever e fazer seu primeiro depósito para aproveitar os bônus.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Como faturar apostando no Santos

Como você já deve ter notado, as apostas esportivas são uma febre mundial. A chance de lucrar enquanto você torce e se diverte conquistou multidões de torcedores em dezenas de países. E no Brasil não é diferente: é cada vez maior o número de fãs de futebol que aproveitam para colocar suas fichas em seus times favoritos. Os jogos do Brasileirão são uma excelente oportunidade para quem gosta de testar seus conhecimentos nas casas de apostas. Você pode fazer seu palpite em absolutamente todas as partidas da Série A.

Quem ainda está começando a explorar o mundo das apostas pode usar o Brasileirão para descobrir como lucrar com os palpites em futebol. Para esses torcedores, recomenda-se uma estratégia menos arriscada – fazendo uma aposta em vencedor simples ou no duplo, por exemplo. Já os apostadores mais experientes podem ir além, fazendo palpites mais elaborados – margem de gols, placar exato, handicap… As melhores casas de apostas do mercado também vão oferecer a possibilidade de fazer um palpite de longo prazo em quem vai ser o campeão brasileiro em 2019. Será que o Santos pode surpreender?

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar